Dedilhar um instrumento musical terá alguma coisa a ver com a Física ou a Matemática?

Dedilhar um instrumento musical terá alguma coisa a ver com a Física ou a Matemática?

Descubram no próximo dia 13 de fevereiro, às 16h no Vox Café, em Lisboa e agradeçam ao COMCEPT a organização do evento:

O que pode a física e a matemática dizer-nos sobre a música e o som?
Porque são os instrumentos de cordas dedilhadas tão comuns em tantas culturas e civilizações diferentes?
Antigos e novos instrumentos – que histórias geométricas escondidas nos contam e estão por revelar?

O nosso convidado propõem, então, uma conversa sobre Física, Matemática e Geometria de instrumentos musicais de cordas dedilhadas, o que une a humanidade na relação com este tipo de instrumentos e avança com algumas hipóteses simples para este facto. O Atlas of Plucked Instruments pode revelar algumas pistas…

Tiago Charters de Azevedo é doutorado em Física-Matemática pela Universidade de Lisboa e Professor Adjunto no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.”

Advertisements

2 comentários a “Dedilhar um instrumento musical terá alguma coisa a ver com a Física ou a Matemática?”

  1. Olá Ricardo!

    Eu e a COMCEPT agradecemos muito que divulguem os nossos eventos, mas gostaria de lhe pedir que indique quem é que os organiza: a COMCEPT, neste caso.
    Usa o nosso texto mas, no entanto, não menciona em lugar algum do post quem são os responsáveis pela organização desta e de outras iniciativas.
    Obrigada!

    Diana Barbosa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s