Coca-cola e Mentos (II)

Já tinha falado (aqui aqui) sobre o que acontecia quando se juntava coca-cola e mentos. No entanto, ainda não tinha experimentado e, como um cientista é uma criança que não cresceu, resolvi testar.

Para isso foi necessário:

  • uma garrafa de coca-cola (com uma coca-cola, sem açúcar, mas com aspartamo, a reação é maior)
  • um pacote de mentos.

Reunidos os ingredientes, abriu-se a garrafa, deixaram-se cair os mentos e afastamo-nos rapidamente. É mesmo importante afastarmo-nos da garrafa o mais rapidamente possível!  Porquê?

Porque é isto acontece? Bem, trata-se de um fenómeno físico.

Já devem ter reparado que basta deixar cair algo que a coca-cola começa logo a borbulhar. Isto deve-se à enorme quantidade de dióxido de carbono que existe na coca-cola. O que o mentos faz é facilitar a saída desse gás. O mentos tem algumas características que ajudam: é mais denso e cai rapidamente, tem uma camada rugosa o que faz canalizar todo o gás a sair ao mesmo tempo.

 

Em 2008 saiu um artigo a explicar porque isto acontece. As principais conclusões foram:

  • o benzoato de potássio (conservante alimentar) e o aspartamo (adoçante, substituto do açúcar) ajudam a aumentar a reação.
  • A cafeína tem pouco efeito nesta reação.
  • A rugosidade das pastilhas de mentos e o modo como elas caem fazem aumentar a erupção.
  • O pH antes e depois não varia, logo a reação não é de ácido-base.

 

Mais informações no texto da New Scientist.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s