Sobre nós

António Costa

Nascido em 1980 numa cidade do interior de Portugal na qual vivi durante 18 anos seguintes. Completado o ensino secundário, continuei os estudos na Faculdade de Ciências do Universidade do Porto na licenciatura de Química – Ramo Educacional, a qual concluí em 2004. Durante esse período foi despertando para outros interesses, para além do ensino da Ciência, como o jazz e a fotografia. A divulgação da Ciência surge com o Mestrado em Comunicação e Educação em Ciência realizado na Universidade de Aveiro. Atualmente, para além de docente de Ciência Físico-Química faço parte da UDI-IPG – Unidade de Investigação do Desenvolvimento do Interior do Instituto Politécnico da Guarda onde desenvolvo investigação nas área da inclusão e literacia científica.

Ricardo Ferraz

Nasceu em 1979, em Viana do Castelo, Portugal, onde viveu durante os 18 anos seguintes. Completado o ensino secundário, continuou os estudos na Faculdade de Ciências do Universidade do Porto, tendo concluído, em 2002, a licenciatura em Química e o Mestrado em 2006. Em 2013 terminou o seu doutoramento em Química Sustentável com a tese “Development of Novel Active Pharmaceutical Ionic Liquids and Salts Based on Antibiotics and Anti-fungal Drugs”.O interesse pela divulgação científica surgiu com a docência na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto, e com a necessidade de demonstrar a presença da Química à nossa volta. Actualmente integra o grupo de Ciências Químicas e Biomoléculas.

Colabora no blogue AstroPT.

Rúben Fernandes

Nasceu em 1976, na cidade do Porto, Portugal. Fez o bacharelato em Anatomia Patalógica Tanatológica e Citológica na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto que terminou em 1997. Ingressa na Faculdade de Ciências do Universidade do Porto, tendo concluído, em 2002, a licenciatura em Biologia. Durante o período de 1997 e 1999 foi investigador no IPATIMUP, onde além de investigar alterações cromossómicas envolvidas na carcinogénese, participou em diversas atividades de divulgação científica no âmbito do programa Ciência Viva. No período de 2000 e 2002 foi investigador no Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar e entre 2003 e 2004 no Instituto de Biologia Celular e Molecular da Universidade do Porto. Ainda em 2003 entra no programa doutoral na Universidade de Vigo em Espanha, e termina o doutoramento Cum Laude em 2008 na área da Bioquímica, Genética e Imunologia. Actualmente professor Adjunto na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto sendo o coordenador do Mestrado Bioquímica em Saúde. É ainda é o coordenador da área departamental de Engenharia Biomédica na Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão, onde ainda tem motivado a inserção de estudantes em programas de difusão e divulgação de ciência em articulação com o Centro de Ciência Viva de Vila do Conde. Em termos de investigação neste momento lidera um grupo integrado no Centro de Farmacologia e Biopatologia Química da Faculdade de Medicina do Porto, com interesse no estudo da contribuição da síndrome metabólica no cancro e na infecção e que conta com 7 doutorandos e mais de 10 mestrandos. Como hobbies tem, desde a adolescência, interesse em actividades escutistas e ao ar livre … para oxigenar o neurónio!

AMP Rodriguez 

AMP Rodriguez nasceu na década de setenta a sul do Tejo. Apaixonou-se pelo Porto na adolescência, para onde depois veio estudar quando ingressou na faculdade. Teve o privilégio de ser pertencer à Faculdade de Ciências da UP quando esta ainda ocupava o edifício junto aos Leões, onde começou a esboçar as primeiras histórias que escreveu e que guardou na gaveta. Actualmente, escreve ficção especulativa, tendo feito parte de antologias como “Os Anos de Ouro da Pulp Fiction Portuguesa”, “Lisboa no Ano 2000- uma antologia assombrosa duma cidade que nunca existiu” ou “Almanaque Steampunk 2012”, e desenvolveu com Joana Neto Lima, no projecto Invicta Imaginaria, o conceito Winepunk, com a primeira cronologia de História Alternativa assente em Iconografia e História portuguesas.

Sara Oliveira

Sara Oliveira, nasceu em Tomar, onde desenvolveu os seus estudos. Em 2013 ingressou no Curso de Anatomia Patológica Citológica e Tanatológica, na Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto, no qual se encontra atualmente  (2015) a frequentar o 3ºAno. Participou ativamente e de forma voluntária em diversos estágios não curriculares ao longo da sua formação académica promovidos pela Ciência Viva no Centro Hospitalar de Trásos-Montes e Alto Douro, no laboratório de Citogenética, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, no Departamento de Química e na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, IPL no Grupo de Investigação em Recursos Marinhos. Mais recentemente em Agosto de 2015 colaborou num projeto de investigação da Universidade de Maastricht (Holanda) localizado em Chemelot, no qual foram desenvolvidas tarefas no âmbito da Sequenciação de Nova Geração. No futuro prevê que a sua vida profissional esteja intrinsecamente associada à área da investigação e divulgação científica.

Clara Ferreira

Nasceu em 1993, em Lisboa, contudo, viveu os 18 anos seguintes numa aldeia transmontana Cidadelhe, Mesão Frio. Após ter completado o ensino secundário, continuou os estudos na Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto, tendo concluído em 2015 a licenciatura em Medicina Nuclear. Em Agosto de 2012 deu início à sua atividade ao nível da investigação na área das Neurociências no Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde que está inserido na Escola de Ciências da Saúde, Universidade do Minho, em Braga.

Em 2013 acompanhou alunos de Medicina nas aulas de Rotações Laboratoriais. Em 2015, começou a sua segunda licenciatura – Bioquímica, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro, em Vila Real.

Embora com uma carreira recente na área de investigação, já tem algumas publicações.

Emanuel Reis

Natural do Porto, passou a sua infância e juventude em Espinho. Após concluir a licenciatura em Química – Ramo Educacional pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, lecionou em diversas escolas ao longo de 10 anos. Em paralelo com a atividade profissional, concluiu o Mestrado em Educação Multimédia e o Doutoramento em Ensino e Divulgação das Ciências. Apaixonado por criar novos contextos de trabalho prático e em explorar as possibilidades oferecidas pela tecnologia ao ensino, tem-se envolvido ao longo dos anos em vários projetos de integração das TIC na educação. Em 2014 rumou ao Sul do país, onde é atualmente o coordenador do Centro Ciência Viva do Algarve, em Faro, e um observador assíduo dos finais de tarde na Ria Formosa.

Filipa M. Ribeiro

Filipa M. Ribeiro nasceu em 1981.Licenciada em jornalismo, a ciência está desde sempre entre as suas paixões intelectuais, tal como a escrita. Fez duas pós-graduações: uma em jornalismo médico e de saúde e outra em genética e direito. Com um background diversificado na área da escrita de ciência, gestão de projectos, formação, media digitais e inovação, concluiu, em 2010, um mestrado em Comunicação e Educação de Ciência. Está a terminar um doutoramento em Sociologia da Ciência e do Conhecimento, tendo-se dedicado ainda aos estudos da utopia. Depois de 6 anos a trabalhar como jornalista de ciência, quis também dedicar-se à investigação científica e, nos últimos anos, tem-se dedicado à investigação na área do ensino superior e dos estudos interdisciplinares. Fundou a Rede Europeia de Jovens  Investigadores em Ensino Superior. Participou em projectos europeus de investigação nas áreas do Ensino Superior, da Ética e da Análise de Redes Sociais. Alimenta a sua paixão pela Ciência, focando-se mais na Biologia e Neurociências. Tem vários artigos publicados em revistas nacionais e internacionais, bem como livros científicos e de divulgação científica.

Agradecimentos

Um agradecimento especial a Carlos Martins e a Rita Clemente.

O Carlos foi quem desenhou a  primeira imagem do Scientificus:
cropped-scientificus-01.png
O  Carlos faz parte da Área de Apoio ao Ensino, Investigação e Prestação de Serviços – Serviços de Informática e de Apoio TI da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto.  Licenciou-se  em Tecnologias de Comunicação Multimédia  do Instituto Superior da Maia e  está neste momento a frequentar o mestrado em Multimédia na Faculdade de Engenharia do Porto.
http://www.carlosmartins.net/

Rita Clemente, trabalha com o Carlos na ESTSP e  colaborou na imagem mais recente do Scientificus.

logo_scientificus-03

4 comentários a “Sobre nós”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

O Scientificus é um projecto de promoção da cultura científica, procurando aproximar a Ciência dos Cidadãos. Este projecto pretende ser um espaço independente, inovador, empreendedor e dinâmico de divulgação da Ciência.

%d bloggers like this: